To Craft a Kingdom

Regentes

Durante as cerimônias de bençãos do herdeiro de Mhoried, uma figura sinistra na forma de um velho decrépito fez um longo discurso sobre a unificação de todo o continente sob uma única bandeira. A ideia, ainda que tentadora, foi recebida com arrepios pela audiência – em parte motivada pela própria voz cadavérica de seu arauto.

Mais tarde, Khaliede solicitou ao grupo que retornasse ao local do combate para investigar mais detalhes sobre seus atacantes e recuperar os corpos dos companheiros tombados no combate para um enterro apropriado na capital.

Retornando ao local do combate, o grupo descobre que os orogs usam moedas de electron – algo em desuso por mais de uma década – e tem marcadas em sua carne com ferro quente uma cicatriz – uma espiral encimada por dois triângulos. Além disso, os orogs tem uma lista com emblemas de algumas famílias, o que ajuda o grupo a perceber que uma dessas famílias não havia chegado à tempo para a cerimônia.

Ao retornar, o grupo é convidado a participar de uma assembleia com a nobreza presente nas cerimônias para apresentar as provas coletadas. Após uma altercação com o barão de Ghoere sobre a ausência dos Rhoesoe, o grupo é dispensado da reunião, que dura 3 dias.

Ao fim, sem muitas resoluções e com mais dúvidas que antes sobre as alianças entre os humanos, Khaliede faz um convite ao grupo: irem para o norte auxiliar Edric a recuperar suas terras ancestrais e seu castelo abandonado por má sorte de sua família.

View
Herdeiros
Apresentação sobre o sistema e confecção de personagens

Com o nascimento do neto do rei de Mhoried, uma grande recepção foi organizada. Breeana, uma maga élfica, foi designada como representante da corte de Sielwode. No caminho ela esbarrou com o bardo Hjalmar, que se dispôs a alegrar sua viagem com músicas e histórias do norte em troca de transporte até a capital do reino.

Tunala, uma sacerdotisa druida de Erik, e Ivan, um ranger do povo Vos, seguiam pela mesma estrada, este preocupado com os perigos que ela representa contra viajantes bem intencionados, aquela levando palavras de boas-vindas de sua igreja. Todos eles a seu tempo foram alertados pelo som de um combate intenso acontecendo ao longe.

Uma comitiva com duas carroças estava sendo atacada por um esquadrão de Orogs. Guardas montados tentavam conter os humanoides que se concentravam nos flancos, enquanto um guerreiro solitário chamado Iskander defendia a carroça principal. Os viajantes se aproximaram para auxiliar os defensores no confronto, mas as forças antagonistas estavam sobrepujando-os.

Quando a esperança ameaçava abandonar os combatentes humanos, um cavaleiro solitário surgiu sobre a colina e cavalgou sobre os orogs. O combate prosseguiu, dessa vez mais equilibrado, até que os orogs remanescentes foram eliminados.

O passageiro da carruagem principal, Khaliede Dosiere, castelão imperial, saiu de sua condução – de onde ofereceu resistência aos ataques externos – para agradecer ao cavaleiro solitário – chamado Edric – e aos demais combatentes. O grupo seguiu dali para a capital de Mhoried.

View
Welcome to your campaign!
A blog for your campaign

Wondering how to get started? Here are a few tips:

1. Invite your players

Invite them with either their email address or their Obsidian Portal username.

2. Edit your home page

Make a few changes to the home page and give people an idea of what your campaign is about. That will let people know you’re serious and not just playing with the system.

3. Choose a theme

If you want to set a specific mood for your campaign, we have several backgrounds to choose from. Accentuate it by creating a top banner image.

4. Create some NPCs

Characters form the core of every campaign, so take a few minutes to list out the major NPCs in your campaign.

A quick tip: The “+” icon in the top right of every section is how to add a new item, whether it’s a new character or adventure log post, or anything else.

5. Write your first Adventure Log post

The adventure log is where you list the sessions and adventures your party has been on, but for now, we suggest doing a very light “story so far” post. Just give a brief overview of what the party has done up to this point. After each future session, create a new post detailing that night’s adventures.

One final tip: Don’t stress about making your Obsidian Portal campaign look perfect. Instead, just make it work for you and your group. If everyone is having fun, then you’re using Obsidian Portal exactly as it was designed, even if your adventure log isn’t always up to date or your characters don’t all have portrait pictures.

That’s it! The rest is up to your and your players.

View

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.